quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Destino lua-de-mel



Falar de lua-de-mel é sempre tão bom. Viajar por si só já é fantástico; comemorar a união a dois em um lugar paradisíaco então, nem se fala. Há inúmeros destinos românticos espalhados pelo mundo, desde os mais badalados até os que ainda estão sendo desbravados por turistas apaixonados. Seja um lugar pra descansar, seja um lugar para se aventurar, o que importa é curtir e celebrar o amor da forma que mais agrada o casal.

O Alex e eu ainda não decidimos onde iremos passar a lua-de-mel, até porque essa decisão incluirá uma série de fatores, como por exemplo, a possibilidade de viajar logo após o casamento ou não, a incompatibilidade de destinos desejados (eu amo sol e mar e o Alex frio e neve) e sim, questões financeiras. Para nos ajudar – e ajudar os leitores aqui do blog - nessa decisão tão gostosa, o meu amigo do Facebook, César, da Happy Travel Viagens e Turismo, tem me enviado dicas maravilhosas de roteiros para curtir a dois. Vou apresentando eles aos poucos para vocês, mas posso adiantar que são todos maravilhosos. Confira um pouco hoje do o que o César me enviou sobre Bali, na Indonésia. Eu amei!!!!!!!



Destino lua-de-mel: Bali


Bali tem tudo para uma lua-de-mel perfeita: exotismo, tradição, bons hotéis, uma arquitectura que serve de inspiração a resorts do mundo inteiro, spas magníficos, artesãos que descobriram um novo filão nas tendências atuais da decoração de interiores, templos, aldeias perdidas, folclore e mar. Aliás, o bom da questão é que não é só mar e praia, pois quem quiser também pode hospedar-se na montanha e até fazer rafting nos rios.

Uma das 13.667 ilhas que compõem o arquipélago da Indonésia, Bali tem apenas 5.620 quilômetrosquadrados, 140 km de mar e repleto de grandes vulcões em seu inteiros. A ilha pode ter muitas caras, depende, é claro do olhar do viajante. Pode ser uma ilha paradisíaca, recendendo a sândalo com florestas exuberantes e macacos amistosos. Ou um cenário de um povo exótico, repleto de deuses e singelas devoções diárias. Pode ser também uma Meca do surfe ou um lugar remoto cheio de camponeses em terraços de arroz, além é claro, de ser rica na fabricação de máscaras, entalhes e tecidos incomuns. Todas as caras formam um conjunto fascinante e você pode escolher a que mais lhe agrada.


Passeios:

Antes de mais nada lembre-se que as melhores atrações de Bali, você só irá encontrar passeando com calma pela ilha. Mas aí vão algumas dicas:

· Templo de Taman Ayun: construído em 1632.

· Batubulan: povoado das danças típicas.

· Tanah Loth: o templo é cercado de água e o mais fotografado de Bali.

· Templo de Besakih: complexo de 23 templos na encosta do vulcão Agung. O templo é o mais sagrado e importante do país.

· Nusa Dua: o paraíso das férias para estrangeiros, repleto de grandes hotéis internacionais é um sucesso turístico.


Como Ir :

Para chegar a Bali, a opção é sair de São Paulo, com conexão em Johannesburg, na África do Sul, e Hong Kong, na China. Chega-se ao destino depois de quase 30 horas de vôo. A recompensa é que você desembarca em outro planeta! Mas há também uma rota via Europa, através da British Airways.As operadoras do Brasil têm condições de reserva e tramites, em todas as rotas, com indicações de quais as mais rapidas, diretas e mais econômicas.

Quando Ir :

A melhor época do ano para visitar Bali é entre abril e outubro, quando há menos chances de chover, porém o calor permanece em média 30ºC. No resto do ano, as chuvas podem ser intensas e prolongadas, mas a vantagem é o número menor de turistas, fazendo com os preços fiquem melhores nessa época, de novembro à março.

Onde Ficar: 

Bali tem muitas opções de estadia. É possível encontrar desde simples bangalôs bambu, até luxuosos hotéis, que oferecem toda a infra-estrutura necessária para uma lua de mel inesquecível. As opções variam de acordo com a disponibilidade financeira, mas mesmo os hotéis mais simples têm um charme local todo especial.

Comer: 

Bali tem uma comida exótica, porém nada de insetos, e bichos estranhos. A base da comida é o arroz, sempre misturado com algum tipo de carne. E se você não é acostumado com pimenta, peça-a a parte. Mas a melhor parte é o preço, você pagará muito barato em ótimos restaurante.

Moeda e Idioma: 

A moeda local é a rúpia balinesa. Há moedas de 25, 50 e 100 rúpias e notas de 100, 500, 1000, 5000, 10000 e 50000 rps. O dinheiro é sem credibilidade e sujeito a variações diárias. Tome cuidado com isso na hora da troca, e pesquise quem paga melhor pelo seu dólar. O idioma oficial é Bahasa bali, um idioma complexo e incompreensível pelos turistas. Nas áreas mais turísticas fala-se inglês.

Clima

Bali tem clima tropical adequado à sua proximidade com o Equador. Durante o ano, a temperatura média é de 31°C. Durante a estação úmida, pode-se esperar altas temperaturas entre os meses de outubro a abril. A estação seca fica reservada aos meses de maio a setembro e é considerado o período de mais baixa umidade. Uma brisa refrescante está presente durante todo o dia, em Bali. Azona montanhosa central é tipicamente mais fria do que as áreas costeiras mais baixas, principalmente à noite.

Compras: 

O comércio gira em torno do artesanato local. É difícil sair da ilha sem alguma peça esculpida em pedra ou madeira. As máscaras, usadas nas danças, também estão à venda em toda parte. Nas ruas, é possível encontrar roupas, jóias, cerâmicas e objetos de decoração.

Fuso horário:

Bali fica a 11 horas na frente do Brasil.

Toque Romântico

A baía de Jimaran Bay é uma dica super sedutora para quem quer curtir uma hospedagem a dois. Além de personificar o perfeito destino tropical, é também um local extremamente romântico. A ausência de bancos de corais nesta zona dão origem a um mar de águas transparentes absolutamente calmas, com temperaturas ideais para nadar. Um pequeno passeio ao longo da praia leva-nos à pequena vila de pescadores mais próxima, onde os barcos típicos, com as suas cores e velas coloridas, dão um toque de exotismo. Se for um casal que aprecia as primeiras horas matinais, terá oportunidade de observar o movimento diário de uma pequena vila balinesa no momento em que os pescadores estão de volta à costa, depois de mais uma noite de pescas no Índico. Ao entardecer, estenda-se na areia morna e delicie-se com os esplêndidos fins de tarde que se dão nesta baía



César

Happy Travel Viagens e Turismo 


Avenida Benjamin Constant, 940 | 603

Fones: +55 51 3726.3461 | 9927.9062

95900-000 | Lajeado | RS | Brasil

MSN: contato@viagemfeliz.tur.br

 Foto: Jimbaran Bay- Bali/ Reprodução.

 Foto: Nusa Dua Festival Bali/ Reprodução.

 Foto: Tanah Lot- Bali/ Reprodução.

3 comentários:

  1. Eu acho que as madrinhas e padrinhos deveriam acompanhar os noivos na lua-de-mel!

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que as madrinhas e padrinhos deveriam dar a lua-de-mel de presente aos noivos!kkkk

    ResponderExcluir
  3. Josi...temos lista de casamento aqui, é tipo uma conta poupança.

    ResponderExcluir