sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Missão madrinha de casamento



Observando muitos cheklists para casamentos (vou apresentar a minha seleção deles daqui uns dias) percebi que a escolha dos padrinhos e madrinhas para casamento – ou pelo menos o convite – se dá apenas lá pelo quarto ou quinto mês que antecede a data do casamento. O Alex e eu, como um casal ansioso que se preze, estamos contando os dias para fazer o convite àqueles amigos mais do que especiais e que nos acompanharão não apenas no altar, mas nos preparativos e nas lembranças maravilhosas que restarão de todos esses acontecimentos. Certamente isso acontecerá em breve, muito breve.

Essa história toda de casamento mexe muito mais com as mulheres do que com os homens, ou pelo menos elas é que costumam demonstrar mais empolgação com esse sonho, geralmente que tem em comum. Eu tive o prazer e a felicidade de ser madrinha de casamento por duas vezes: a primeira em 2009, convidados pela minha Best Maiana Ely que casou-se com o Giancarlo; e em 2010 convidados pelo grande amigo – e também sócio do Alex - Fernando Arenhart que casou-se com minha querida Fabíula (aquela do diário da noiva que mostrei em outro post).

A figura da madrinha, em especial aqui nessa postagem, é muito importante para a noiva. Ela não só revela o carinho e amizade que existe entre ambas como também constrói uma relação de cumplicidade e confiança que possivelmente perdurará por toda a vida. Há quem atribua tarefas ao papel de madrinha, como por exemplo, o acompanhamento à noiva na escolha do vestido, a ajuda nos preparativos do casamento ou a organização dos tão divertidos chás de panela ou lingerie. Para mim ser madrinha vai muito além de funções pré-estabelecidas. Ser madrinha é saber ouvir, saber falar, saber confortar e acima de tudo: saber amar. O amor (construído aqui pela amizade) fará com que se saiba exatamente o quê e quando fazer. E não há nada mais maravilhoso nesse mundo do que desfrutar plenamente de cada um desses momentos de felicidade.

Cortando o tom melancólico, fiquei sabendo do lançamento do filme “Missão madrinha de Casamento” (Bridesmaids), que deu título ao post de hoje. Segundo roteiro a comédia é uma versão feminina no hilário “Se beber não case”. Ele surge para quebrar a idéia de que a mulher só é feliz depois do tão sonhado casamento. Estou super curiosa quanto ao filme e louca para assistir. Será que minhas madrinhas serão assim, tão surtadas (como a noiva que vos escreve)? Confiram o trailler do filme clicando aqui.


Foto: Divulgação do filme Missão madrinha de casamento/ reprodução. Uma mensagem (nada) subliminar sobre o meu casamento para vocês...rs


Mas enfim, quem serão essas amigas/mulheres que tornarão meu dia ainda mais especial? Façam suas apostas....

Em breve conto tudo sobre essas escolhas aqui no blog e prometo dar dicas maravilhosas para quem também está vivendo esse momento super especial como madrinha.



Bom fim de semana!!!!



Um big beijo



Josi


Foto: Uma fotinho com minha outra afilhada de casamento, Maiana Ely Nos, que estava deslumbrante/ arquivo pessoal.

9 comentários:

  1. Josi! Acho muito legal convidar os padrinhos logo (se vocês tiverem realmente certeza de quem serão). Eu e o Tiago fizemos assim e pudemos fazer encontros entre os padrinhos, para combinar detalhes do grande dia ou apenas para confraternizar. Isso fez com que todos se conhecessem antes do casamento, o que foi muito importante para nós. Já fomos padrinhos e sabemos como é ruim não conhecer todo mundo, acaba sendo um pouco constrangedor. Quem esteve no meu casamento viu como foi divertida a tão esperada dança dos padrinhos... ensaiamos apenas 1 vez (na frente da Igreja no dia do ensaio, ou seja, no dia anterior ao casamento). A única coisa é que em nenhum dos encontros conseguimos juntas todos os 8 casais, mas criamos uma lista de emails e íamos colocando todos a par dos acontecimentos. O importante é saber que teu casamento já começou, agora cada preparativo já faz parte. O dia da festa é apenas a recompensa de tudo o que foi preparado/vivido até o momento. Bjuus

    ResponderExcluir
  2. Jú querida!
    Realmente deu pra perceber (e muito) essa sintonia entre os teus padrinhos e madrinhas. Pareciam todos amigos de muitos anos...foi lindo, emocionante. Ficou nítido que aquele era um momento realmente especial para eles também e que todos estavam se divertindo (E muito!). Bom compartilhar disso contigo e compreender que essa ansiedade toda para esses convites pode ser revertido em algo super banaca e prazeroso, não só para mim mas para todos os escolhidos.
    Beijãooooooo

    ResponderExcluir
  3. Aiii meu Deussssss...quero saber quando vamos assistir esse filme????quero pra ontemmmmmm, hehehe...a escolha da minha madrinha Josi, aconteceu bem antes do tempo previsto, pq eu anciosa como sou, não aguentei, quando marcamos a data fui logo contar pra ela e consequentemente ja falei pode ir preparando teu vestido pq tu vai ser madrinha, heheheh...Acredito que ao ser escolhidos para ser padrinhos (sim, pq não podemos esquecer que somos um casal), heheh, estamos assumindo uma responsabilidade muito grande, não só em relação a preparativos de casamento e tal, mas tmb responsabilidades de vida, de poder acompanhar esse "novo" casal pelo resto de sua vida, de dividir angustias, felicidades, desafios e tudo mais....Com toda a certeza do mundo, sou muito sortuda no que diz respeito a essa madrinha que amo tanto!!!

    ResponderExcluir
  4. Ai amigaaaa!!! Eu tb TE AMO MUITOOOO! Foi uma felicidade sem tamanho ter sido escolhida para te acompanhar em um dos momentos mais especiais da tua vida. Casamento perfeito, deslumbrante, inesquecível para todos que lá estiveram.
    Desde sempre para sempre, minha amiga (e afilhada) do coração.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  5. Principal desafio no item madrinhas: como acomodar as encalhadas!

    Alex

    PS.: devia ter postado esse anônimo, pois vou sofrer retaliações!

    ResponderExcluir
  6. É Alex....teria sido mais inteligente postar esse comentário de forma anônima...

    ResponderExcluir
  7. Alex Tibúrcio Schmittão...
    Não entendi a tua infeliz colocação, até onde eu sei, nenhuma madrinha tá encalhada não meu delicioso bolo de almondegas! ;) te amo!

    Josi... experiências do tipo, convite de padrinhos/madrinhas eu não posso compartilhar contigo, a não ser na minha crisma! kkk
    Falando sério agora, tu sabe que é uma honra imensa poder compartilhar contigo esse momento maravilhoso da tua vida! Felicidade e orgulho de ti gigante!
    To aqui, pro que der e vier... (uia)
    Vamos lá, não é sempre que a melhor amiga da gente casa né... te amo infinito! Beijãooooo

    ResponderExcluir
  8. Pois é.... não entendi essa de que as madrinhas estão encalhadas.... acho que o Alex tá meio fora da casinha...

    ResponderExcluir