sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

A saga pelo convite ideal



Se tem uma coisa que estamos pesquisando, e discutindo a um certo tempo, essa coisa é o convite de casamento. Depois de muito pensar e testar chegamos a conclusão que infelizmente (no nosso caso infelizmente sim, pois em sou designer e o Alex já trabalhou numa agência de publicidade) não vale a pena financeiramente desenvolver o nosso convite, seja pela impressão, o valor do papel importado comprado em pequena quantidade...enfim, depois de muito pesquisar e orçar – e também fazer alguns testes-, apelar para uma empresa especializada no assunto foi certamente a melhor saída.

A internet nos leva a diversos lugares do país e é possível encontrar desde os modelos mais simples em convites até os mais luxuosos. Alex e eu buscamos um modelo clássico, mas que consiga carregar ma pitada de contemporaneidade. Pode até soar estranho, mas não conseguimos abrir mão da elegância dos tradicionais convites e nem da possibilidade de trabalhar novas formas ou materiais que os tempos atuais nos possibilitam.

Dentre as empresas que contatamos e que conseguiram nos satisfazer – com modelos que cumpriam nossos requisitos e preços compatíveis com nosso orçamento – o que não foi nada fácil (mas com persistência tudo é possível), pedimos amostras daqueles que mais gostamos. E vou dizer: é tudo muito diferente quando você toca e vê na sua frente. Ontem chegaram de Curitiba 5 amostras, e teve um modelo que se tornou nossa paixão...e ele não era o nosso favorito pela tela do computador. Ainda não vou entregar o “ouro”, mas prometo mostrar tudinho para vocês, seja apresentando-o como o grande escolhido ou como uma opção de muito bom gosto para quem ainda precisa de algumas dicas.



Bom fim de semana a todos!



Beijos



Josi
Ó dúvida cruel...eles ainda estão escondidinhos, mas em breve mostro para vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário