domingo, 2 de dezembro de 2012

Falando em buquê (parte 1)...



Tanto se falou em buquê aqui pelo blog...

O item clássico de toda noiva não fica a mero cargo do florista, ele tem muito do jeitinho e dos sonhos da noiva que o carregará firmemente até o altar. Decidir se será ele o “sonho” a ser lançado para as amigas solteiras é outra das decisões a serem tomadas pela noiva no quesito buquê.

Vamos a minha experiência!

O meu buquê deu o que falar, e olha que ele nem ficou exatamente como eu havia pedido ao meu florista...

A primeira coisa que decidi – e isso logo que pensei em casar – é que ele teria que ser rosa. Isso não é novidade para ninguém, já que muitos ainda esperavam que eu entrasse na igreja vestida com a minha cor favorita. Aliás, aproveito para explicar que só não usei o vestido rosa com medo de parecer uma debutante e não uma noiva!rs Como tenho traços mais delicados realmente tive medo de não sustentar o vestido rosa mas confesso que me bate um arrependimento. Por que não ter pelo menos provado algum? Jéssica Biel casou-se recentemente com Justin Timberlake e arrasou. Mas... coisas de noiva. Não fazem nem 2 meses do “grande dia” e eu já teria feito várias coisinhas diferentes...rs

Bem, voltando à cor rosa, havia ainda outras duas manias da noiva aqui: a primeira, não gosto de nada “colorido”, nem ao menos tom sobre tom. Queria todas as flores iguais, nada de misturas. A segunda é que tenho uma implicância gigantesca com a cor verde, e ela não deixou nem mesmo o meu buquê “em paz”. Agora vocês me pergutam: “Josi, e as folhas, o caule?”. Sim, eu não quero verde aparecendo ou se destacando! (Sim, aguentaaaa).

A flor foi fácil de escolher: Rosas Cool Water cumpriam bem o papel de buquê. Porém tinha algo que eu queria e que poderia solucionar o meu problema do “verde”: plumas! Que eu adoro uma peruagem não é novidade mas ninguém imaginava um buquê tão “discreto” para mim. “Ricardo (Franz, o florista e decorador), eu quero plumas brancas no buquê”. “Ok Josi, coloco algumas”. “Não, eu quero muita, muita pluma!”. Ele fez o que eu pedi com um acabamento lindo em fita de cetim rosa bebê.

O que faltou, que eu havia pedido, foram os cristais, para combinar com os detalhes do vestido, coroa e brincos. Resta saber se ele esqueceu ou se achou exagerado...rs 



A cara do padre quando ergueu um buquê foi um pouco engraçada, mas a mulherada amou. Inclusive várias noivinhas que viram as imagens resolveram seguir o exemplo das plumas.

E aí, acharam diferente, bonito ou exagerado?

No próximo post eu conto se enfim joguei o buquê ou algumas das dezenas de alternativas que o mercado de casamentos no apresenta atualmente.

Um super beijo e uma ótima semana para todos.



Josi



http://josiealex.felizesparasempre.com

https://www.facebook.com/blogsounoivaeagora



Padre Antônio Puhl.


Plumas ao vento.

Justin Timberlake e Jéssica Biel, noiva de rosa.


Um comentário:

  1. Josi seu bouquet arrasou! Muito lindo mesmo! Super bom gosto! E também amei a idéia do noivo também jogar o bouquet, já sabe que anotei para a lista do meu lol Bjs e bom fim de semana!

    ResponderExcluir